Idade não é barreira para aprender idiomas!

Home » Blog » Idade não é barreira para aprender idiomas!
aprender

Embora exista um provérbio português que afirme que “nunca se é velho para aprender”, muita gente ainda acredita que a idade representa um obstáculo, principalmente quando se fala em aprender idiomas. Com a idade, acabamos perdendo a capacidade de absorver novos conteúdos, incluindo novas línguas, certo? Errado! Pelo menos é o que cientistas vêm demonstrando por meio de inúmeros estudos! Institutos de pesquisa renomados comprovam que o nosso cérebro, depois de uma certa idade, ainda é capaz de adaptar-se e continuar o processo de aprendizado.

Se você achava que não tinha mais idade para matricular-se em um curso de inglês, por exemplo, é melhor você continuar lendo nosso post, pois você pode se surpreender!

Nunca é tarde para aprender

Quando falamos do ensino de línguas, já sabemos que as crianças possuem maior facilidade para aprender idiomas, afinal, estão no começo da vida e o processo de formação e desenvolvimento acaba adequando-se ao aprendizado. Além disso, a criança possui menos restrições emocionais com relação ao erro, o que acaba facilitando a absorção dos conteúdos e o processo de assimilação também.

Porém, adultos e idosos não perdem a sua capacidade de aprendizado, como muitos pensam. Pelo menos é o que comprovou um estudo promovido em 2012 pelo MIT (Massachussetts Institute of Technology). Durante a pesquisa, adultos voluntários foram divididos em dois grupos. Um grupo teve aulas de chinês durante nove meses, enquanto o outro grupo não manteve qualquer tipo de atividade que estimulasse o aprendizado. Ao final, os cientistas descobriram que os alunos que estudaram chinês tiveram a estrutura de seus cérebros modificada, enquanto, para os alunos inativos, nada aconteceu. Como conclusão, o estudo afirma que cérebro humano, mesmo de pessoas mais velhas, é capaz de estabelecer novas conexões neurais e continuar o processo de aprendizado, sem nenhum problema.

Além disso, muitos jovens adultos sentem uma pressão social por não saber inglês e acabam criando cada vez mais barreiras e mais medos, visto que o mundo globalizado de hoje exige o conhecimento do idioma em quase todos os mercados e profissões. Portanto, se você tem esse receio social, comece com alguns passos para familiarizar-se e sentir-se mais confortável com a língua (filmes, séries, livros e blogs), depois, supere os obstáculos, procure um curso de inglês e entre de cabeça nos estudos — acredite, você não está sozinho e logo colherá os resultados!

banner-posts

Mais um idioma, menos doenças

Outro fato curioso, e também comprovado pela ciência, é que aprender uma segunda língua pode afastá-lo de doenças como a demência. Segundo um estudo publicado pela Neurology que pesquisou mais de 648 pacientes que apresentavam a doença, aqueles considerados bilíngues demoraram 4,5 anos mais para apresentarem os sintomas. Aprender idiomas promove uma espécie de reserva de cognição, fazendo com que você fique mais resistente a danos cerebrais.

Dedicação faz o sucesso

Como explicamos, não existe uma idade certa para começar a aprender idiomas, porém, para ter sucesso na sua trajetória, é preciso ter disciplina e dedicação, separar um tempo para estudar e praticar. Sem isso, dificilmente um aluno irá progredir, mesmo sendo jovem. Ah! E não se esqueça, errar faz parte do processo e não deve ser motivo de vergonha ou de desistência.

Agora que você já sabe que sua idade não é mais motivo para deixar de aprender um idioma, que tal investir no seu conhecimento? Aprender línguas abre portas para um mundo novo, tanto para a sua vida profissional quanto pessoal.

E você? Tem vontade de aprender um novo idioma? Achou que já estava muito velho para isso? Deixe seus comentários abaixo e compartilhe sua experiência conosco!

 

Abrir Chat